Atleta da elite do MTB morre na Africa do Sul

Burry Stander, da equipe Specialized, foi atropelado nesta quinta-feira, 03/01/2013, por um taxi em KwaZulu-Natal, quando treinava em Shelly Beach com sua esposa.

Em mais um triste episódio envolvendo automóveis e ciclistas em treinamento, o acidente causou a morte de um dos maiores mountain bikers da atualidade.

O ciclista estava voltando de um treinamento quando o acidente aconteceu. Parece que o táxi cruzou seu caminho, colidindo com o ciclista e tirando sua vida. Um comunicado recente declara que o Ministério Público e a polícia decidiram acusar o motorista de homicídio culposo, que deverá se apresentar ao tribunal na segunda-feira. De acordo com o Daily News, de Durban, uma testemunha ocular disse que a família Stander e sua esposa estavam no local logo após o acidente. Ele disse ainda que o taxista estava confuso e que “parecia que ele não sabia o que fazer.” “Ele me disse que tinha sido má sorte e que ele não tinha visto o ciclista e não sabe como o acidente aconteceu”.

Burry Stander, de 25 anos, era natural da África do Sul e foi vencedor, ao lado de do suíço Christoph Sauser, da mais importante competição de mountain bike do mundo – o Cape Epic – em 2011 e 2012. A despeito do Cape Epic ser disputado na Africa do Sul, Burry Stander foi o primeiro sul-africano a vencer a prova, em 2011, repetindo o feito no ano seguinte, quando ele e Sauser ganharam seis das oito etapas da competição.

Nas últimas olimpíadas, em Londres, ele terminou em 5º lugar, numa chegada muito apertada, perdendo o bronze por apenas 5 segundos.

Sua esposa, a também ciclista profissional Cherise Stander, anunciou em agosto que se juntaria ao marido no mountain bike. Ela foi a primeira Sul-Africana a vencer uma etapa da versão feminina do Tour de France, após um controverso corte da equipe de road bike que disputou as olimpíadas de Londres.

Foto: Divulgação/Facebook.

Burry num pedal relax.
Foto: Divulgação/Facebook.

Burry, que foi anteriormente piloto da GT, e atualmente estava no Team Specialized, pilotava uma S-Works Stumpjumper Carbon HT 29er. A Specialized, através do seu diretor de marketing esportivo, David Hyam, escreveu em uma carta que “a lenda de Stander viverá para sempre”. Abaixo, a íntegra da mensagem:

Queridos,

É com grande tristeza que nos despedimos de nosso amigo e lenda do ciclismo, Burry, que foi tragicamente arrancado no auge de sua vida durante um treinamento em sua cidade natal de Kwazulu-Natal esta tarde.

Perdemos não só um amigo, colega e companheiro de equipe, mas um verdadeiro desportista. Ele será sempre lembrado por sua humildade, sua bravura e da maneira gentil em que ele conduziu a sua vida!

Nossas sinceras condolências, pensamentos e orações vão para sua esposa Cherise, seus pais, a família e todos os que tiveram o privilégio de conhecer esse gigante gentil.

A vida é curta, a vida é doce, mas sua lenda vai viver para sempre …

Sinceras condolências a todos.

David Hyam e a Equipe Specialized S-Racing

Com informações do Velonews

Posts relacionados:
Ciclismo: esporte de risco??
Triatleta atropelado em Cabedelo-PB

Anúncios

Publicado em 04/01/2013, em Ídolos, Novidades na mídia, Ultramaratonas e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. 3 Comentários.

  1. Infelizmente acidentes acontecem em todos os esportes, mas no ciclismo e MTB os números de mortes por atropelamento de veículos automotores é muito grande, nós brasileiros sabemos o que é encarar a morte todos os dias neste trânsito caótico onde ninguém respeita ninguém, muito menos se este alguém estiver em cima de uma bike.
    R.I.P.

  2. A triste realidade de uma das faces do pedal: O risco diário de quem pedala nas grandes cidades.
    Descanse em Paz.

  3. Gibas Vieira

    Muito punk essa realidade, num entanto quero acreditar que foi uma penosa fatalidade.

%d blogueiros gostam disto: