Bradley Wiggins e Clemilda Fernandes – O Ciclismo em Londres

O vencedor do Tour de France se torna o maior medalhista da história dos Jogos Olímpicos na Grã-Bretanha, após vencer o contrarrelógio e ganhar mais uma medalha de ouro para sua coleção.

Wiggins já havia ganhado seis medalhas: três de ouro, uma de prata e duas de bronze, nos Jogos de Sydney 2000 e Atenas 2004, em provas de velódromo. Foi a primeira vez que ele ganhou uma medalha olímpica em prova de rua.

Bradley Wiggins pedalando para o ouro.

O outro favorito à medalha de ouro, o suíço Fabian Cancellara, que venceu o Prólogo (contrarrelógio) do Tour de France 2012, não se deu muito bem, provavelmente devido a uma queda que ele sofreu na competição de ciclismo de estrada, no sábado. Ele terminou com o tempo de 52m53s72, quase 1 minuto e meio atrás de Wiggins.

A brasileira Clemilda Fernandes, ciclista matogrossense de 33 anos e que compete desde 2004, terminou a prova do ciclismo contrarrelógio na 18ª posição, ontem. Na prova de estrada, disputada sob chuva, no domingo, Clemilda ficou em 23º lugar, após duas quedas. Clemilda declarou:  “Lutei por fazer uma boa prova em estrada, mas tive má sorte com essas duas quedas. No início da montanha, sofri para alcançar o grupo da frente”, e se mostra otimista para Rio-2016:  “Em 2016, no meu país, vou lutar pela medalha. O ciclismo está crescendo muito, e pretendemos fazer um bom papel nos próximos Jogos”.

Clemilda Fernandes, esperança para 2016.

Rubens Donizete vai representar o Brasil na prova de Mountain Bike Cross-country. A final acontece no dia 12 de agosto, às 10:30 (hora de Brasília).

Anúncios

Publicado em 02/08/2012, em Competições e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Comentários desativados em Bradley Wiggins e Clemilda Fernandes – O Ciclismo em Londres.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: