Bike usada – vale a pena?

Esse é um tema recorrente e controverso, mas não deveria ser. Se uma bike usada vale ou não a pena? Em geral, sim. De fato, podemos conseguir preços incríveis e bikes maravilhosas – em ótimo estado, diga-se de passagem. Mas, claro, comprar uma bike usada demanda grande atenção.

Não recomendaria comprar uma bike usada no Mercado Livre, por exemplo. Comprar bike usada sem ver? Jamais. Aquela superoferta pode sair MUITO cara!

Não vejo nenhum mal em comprar a bike de um particular, desde que você a leve num mecânico para ele fazer uma inspeção completa. Não peça para ele “dar uma olhadinha”: pague por uma inspeção, coisa de 20,00 ou 30,00. Ele ficará feliz, e você também.

Se o investimento na bike for maior – 2 ou 3 mil, ou até mais – vale pagar, depois da inspeção inicial, por uma revisão completa. Esse valor – em torno de 50,00 – pode ser negociado com o vendedor.

Reconheço que a maioria dos compradores fica desconfiado na hora de comprar uma bike usada de uma pessoa física que não conhece, até mesmo se for um biker com relativa experiência. Um outro fator complicador nesse tipo de negociação é que, se o comprador for iniciante ele não compra mesmo, por medo de ser enrolado, e se não for, geralmente está trocando de bike, e precisa vender a dele. Nessa situação, resta procurar uma loja de confiança e fazer o negócio. Boas lojas recebem a sua bike usada como parte do pagamento de outra – nova ou usada.

Muitas vezes conseguimos negócios maravilhosos, e agora que já se concretizou, posso citar uma experiência pessoal: Ano passado troquei a minha bike, uma Giant XTC Team HT por uma Camber full. O lojista não a recebeu como parte do pagamento, e então tentei vendê-la sozinho. Vários compradores se interessaram, mas só um fechou negócio e acabou não pagando, o que me levou a recebê-la de volta. Assim, um ano se passou, e como alternativa, coloquei-a para vender em uma loja, pagando uma comissão ao lojista (outro lojista, não o que me vendeu a Camber. E a comissão foi muito bem merecida, pois a bike foi vendida em 10 dias). Todos saíram ganhando: eu, que vendi a bike, o lojista, que ganhou a comissão, e principalmente o cliente, que comprou uma bike em estado de nova, com preço 35% menor do que uma nova equivalente, em 8 vezes sem juros.

Com o valor dessa Giant XTC Team e tudo novo – transmissão, suspensão e selim você não compraria uma bike nem com freios hidráulicos. Parabéns ao comprador!

O medo de comprar bike usada não se justifica: de um particular, como já dissemos, é só ver num mecânico se a bike está ok. Numa loja é ainda mais simples: o lojista, ao vender uma bike usada, está literalmente “dando a cara pra bater”. Não vai lhe vender porcaria, pois terá de arcar com uma garantia de até 90 dias. Lojas, em geral, parcelam em mais vezes.

Para se resguardar, peça recibo com a garantia – se houver – especificada nele. Se estiver comprando a bike de um particular, prefira de pessoas conhecidas, que pedalem em grupos, pois a possibilidade de estar comprando uma bike roubada (perigo real) é muito menor.

Vá em frente, procure, compare preços. Usadas são mesmo uma boa pedida. O importante é pedalar!

Você já comprou bike usada? Dê a sua opinião! Comente!

Gostou deste post? Clique no “Gostei” aí embaixo!

Anúncios

Publicado em 23/07/2012, em O que eu acho e marcado como . Adicione o link aos favoritos. 19 Comentários.

  1. Boa tarde! Fui eu quem comprei a bike. Muito boa por sinal! Assino embaixo tudo o que foi dito no texto. Bike usada vale a pena com certeza, mas quando comprada com garantia de procedência. Depois me manda um email com seu contato para marcarmos umas trilhas! Abraços!

    • Opa Luiz! Fico feliz que a minha querida Lady Gaga esteja em boas mãos! Se quiser saber algo sobre ela ou combinar trilhas é só mandar email para dalamaaocaos2010@gmail.com ou entrar na nossa pagina no facebook (http://www.facebook.com/pages/Da-Lama-ao-Caos/333903203299235) e mandar mensagem! Abração!

    • Comprador e vendedor se incomodariam de revelar qual foi o preço da Lady Gaga? Combinem. Só para termos uma noção melhor… Qual é o grupo?

      A propósito, estou mapeando lojas e mecânicos de bicicleta de Natal e região (Zona Norte, outros municípios, Parnamirim, Macaíba, e até Caicó e Mossoró, no Estado, tudo vale) no Google Maps, e gostaria de compartilhar o mapa para edição, com quem interessar colaborar. Quem se interessar por isso, por favor, escreva-me um e-mail indicado o endereço de e-mail associado à conta Google. O meu: alexandre.mbm@gmail.com.

      • Sinceramente, não lembro. Algo entre 3 e 4 mil. Acho que foi 3600,00.
        O grupo era um mix de SLX/XT, o garfo um Recon Silver pneumático, selim Selle Itália, pneus Specialized The Captain e cockpit FSA/KCNC. A maioria dos componentes eram novos, tirados da Camber Comp que acabara de comprar.

  2. Daniel Pereira

    Ótimo post… bike usada ainda não comprei (ainda…), mas que vale muito a pena, tenho certeza que sim… desde que siga as recomendações citadas no post… já tenho experiências em comprar peças usadas e não me arrependo de nada! Parabéns!

  3. Basta ficar ligado que dá pra fazer um ótimo negócio! Assim foi com a lady gaga, e eu quem diga com minha Rush, né não Paulinho?

  4. Já comprei 3 bikes usadas, não todas de uma vez, uma de cada vez.
    A última que comprei era um sonho antigo de ter, passava todo santo dia na frente da loja BikeTech e via uma Trek de cromo, linda demais, e nunca tive grana pra comprar.
    Anunciei aos amigos que estava querendo uma e nao achava, e um tinha na casa dele, jogada a mais de anos sem usar.
    Negociei com ele, levei numa bicicletaria e comprei.
    Só troquei a mesa – por ser baixa demais – e o guidon – por estar enferrujado, de resto tudo original. De 1992.
    Vale muito a pena, somente assim tiramos as bikes paradas e empoeirando e colocamos para rodar novamente.

    • Muito show. Ainda sonho em comprar uma Giant Sedona, minha primeira MTB, também de CroMo. Mas só depois que estiver morando numa casa, em apê não dá!

  5. Rafael Rodrigues

    Cara, tudo bem? Me dá uma ajuda, sei q vc não recomenda comprar no ML, mas encontrei essa Caloi Elite [link editado] e tenho como fechar o negócio em pessoa. Sou bastante novato com bikes, mas se essa aí estiver em bom estado, está num bom preço? Talvez consiga arrastar um conhecido que entende de mtb pra ver ela qdo for fechar negócio. Valeu! Abs

    • Fala Rafael!
      Rapaz, nada contra o ML. De vez em quando a rapaziada aqui apela pra lá, Rsrs. Inclusive a minha R7 é do ML (mas comprei nova).

      Então, não temos como dizer se a bike está num bom valor. Ela parece ser uma 2009, os freios são Vbrakes (o que diminui o valor) e não vi especificações detalhadas. É fundamental levar alguém experiente e até levar a Bike num mecânico para avaliação dos componentes, que eventualmente podem estar bem desgastados.

      Avalie com cuidado se vale a pena. Às vezes é melhor gastar um pouco mais, mas só gastar uma vez.

      Por outro lado, se estiver tudo em ordem, o preço está justo (mas não é uma oferta imperdível).

  6. Opa! tudo bom?
    Parabéns pelo site, muito bacana!
    Não pratico mountain bike, porém recentemente me despertou um interesse de andar de bike, coisa que já fiz quando era moleque!
    Sendo assim, fui olhar algumas bikes novas em lojas… minha ideia é uma bike pra trilhas leves e uso urbano, não tenho muita grana pra comprar uma top, além disso, seria gasto desnecessário! depois de muito olhar, comprei uma usada, pois, se fosse comprar uma nova do mesmo valor da usada, ela teria equipamentos inferiores…
    Me digam se a bike é boa, ai vai algumas especificações:

    quadro: GT Avalanche 3.0
    freios: V break de alumio e refil
    suspensão: RSt com capa
    câmbio: shimano Altus
    passador: shimano
    mesa: GT
    rodas: aero
    banco de gel
    caixa: shimano selada
    cubo: quando
    marchas: 24 cassete

    Bom, é isso…
    Não vou colocá-la em trilhas pesadas, apenas uso urbano e talvez uma estrada de chão…

    Obrigado

  7. Boa Tarde a todos.
    Estou querendo comprar uma bike e me ofereceram uma bike usada.
    Segue a bike:
    2005 Specialized Stumpjumper; câmbio Deore 27 marchas; suspensão: Rock Shock; freio: Deore hidráulico.
    Será que vale a pena? Estão pedindo R$ 2500,00.

    • Olá, Francisco.
      Embora a Stumpjumper seja uma excelente bike, 7 anos de uso podem representar um enorme desgaste nos componentes, dependendo do uso que lhe foi dada.
      Uma regra básica na compra de bikes usadas é – antes de comprar, é claro – levar a um mecânico DE SUA CONFIANÇA e pagar por uma revisão completa. Isso implica checar visualmente catracas e coroas para desgaste, medir a corrente, regular as marchas e ver se estão com precisão aceitável, verificar estado de pneus e câmaras, verificar CUIDADOSAMENTE em busca de trincas no quadro, principalmente nas soldas, checar estado dos freios e pastilhas e, por ultimo, abrir os cubos e central e fazer uma revisão completa na suspensão.
      Isso deve sair por uns 100,00, que você pode combinar com o vendedor, caso você não compre, de cada um pagar a metade. Caso você feche negocio, você paga tudo, mas leva uma Bike revisada.
      Voltando à Stumpjumper 2005, se ela passar no teste aí descrito, o preço está bom.
      No blog tem um post a respeito. Dê uma lida: https://dalamaaocaosbike.wordpress.com/2012/07/23/bike-usada-vale-a-pena/
      Curta a nossa FanPage e fique ligado nas novidades, ok? http://www.facebook.com/pages/Da-Lama-ao-Caos/333903203299235. Abraços!

  8. Olá, estou negociando uma bike usada (com meu irmão), vejam as especificações para ver se compensa a compra.
    Quadro: GTI Carrera
    Suspa: Spiner 300
    Grupo: Deore 27v
    Freios: V Brake deore
    2 Selins: O que veio na bike e outro que ele colocou melhor.
    Aros: Vzam Extreme (acho que é assim que es escreve).
    Pedal de Clip Shimano
    Ela acompanha:
    1 par des sapatos com presilhas.
    1 capacete
    2 Blusas para pedalar
    1 bermuda com aquela espuma
    1 par de luvas
    1 oculos com 3 pares de lentes (incolor, verde e fume).
    1 Bolsa de armazenamento de agua (sem o refil).
    1 Garrafa de Agua
    1 Kit de chaves
    1 Bolsa para por as chaves.
    1 Ciclo Computador
    Varias lanternas e sinalizadores

    A bike tem aproximadamente 1 ano de uso, em trilhas mistas e está com a suspensão estragada.
    Preço: 2400,00

    • Oi Lord
      Rapaz, acho que não compensa. Você terá que trocar o garfo (a Spinner 300 é muito simples, não vale consertar) e vai ficar do preço de uma Elite 2.7 nova. Quanto aos acessórios, realmente tem algum valor (apesar de que não parece coisa boa, pela descrição), mas não achamos que faça grande diferença no negócio. Melhor comprar uma bike melhor e menos acessórios.
      Acho melhor seu irmão vender a terceiros (e mais barato). Na nossa opinião, com os acessórios, é bike para R$ 1300,00~1500,00. Bike usada não tem muito valor mesmo, ainda mais uma GTI.
      Curta a nossa FanPage e fique ligado nas novidades, ok? http://www.facebook.com/pages/Da-Lama-ao-Caos/333903203299235. Abraços!

  9. Paguei 2.500,00 por uma Cannondale five trail, toda Deore, inclusive os freios hidráulicos, suspa de elastômero (pra começar) pneus novos Kenda, aros vzan, ótimo estado, garantia em tudo. Muito satisfeito.

%d blogueiros gostam disto: