Soul SL 100 2012

Continuando nossa análise sobre bikes de entrada, hoje é dia de dissecar a Soul Sl 100. É inevitável a comparação com a já vista Caloi Supra, embora haja uma pequena diferença entre as médias de preços encontrados (R$ 1.200,00 da Caloi Supra contra R$ 1.500,00 da Soul SL 100).

Mountain Bike de entrada Soul SL 100


A SL 100 já se enquadra na categoria mountain bike, onde o ciclista iniciante poderá se aventurar por trilhas com algum apelo técnico, não se limitando a estradões. Com um belo grafismo e um ótimo diferencial na categoria – a suspensão Suntour XCT V3 com 100 mm de curso –  a Soul 100 tem tudo para agradar quem está começando, sem decepções. Destaque para o quadro em alumínio tratado e hidroformado, com peso médio de apenas 1800g, bem leve para a categoria, e que justifica ups de componentes, valorizando ainda mais o investimento inicial.

Não podemos esquecer, porém, que a SL 100 é uma bike de entrada, e por isso limita-se ao básico: A suspensão XCT V3, por exemplo,  é um garfo simples, com mola nas duas canelas, ajuste de preload (pré-carga) e curso de 100mm, o que é suficiente para um XC tranquilo. Ainda não testamos este garfo, mas pelas suas características a leitura do terreno deve ser limitada. Infelizmente, neste tipo de garfo tradicionalmente os ajustes funcionam pouco, então  não espere muita coisa do preload. Porém, para o que a bike se propõe, é um bom começo, que proporcionará ao ciclista bons momentos de diversão, com segurança, desde que respeitadas as limitações da bike. A suspensão não tem muito o que quebrar, pela sua simplicidade (veja a figura abaixo), mas caso ocorra algum defeito, pelo menos a manutenção é super fácil.


Vista explodida da XCT V3 100mm.
imagem:soulcycles.com.br


A transmissão compõe-se de trocadores integrados ST EF60, câmbio dianteiro FD-M310 (bem básico) e câmbio traseiro Altus. Como se sabe, para um funcionamento regular da transmissão o câmbio dianteiro não é muito exigido, sendo tradição a instalação de câmbios de linhas inferiores nas coroas, o que não deve comprometer a performance. O câmbio traseiro Altus dá conta do recado se estiver bem regulado, limpo e lubrificado, porém,  o primeiro upgrade que eu faria seria mesmo do câmbio traseiro – para um Acera ou mesmo Alivio, que funcionará com maior precisão. 


Trocadores integrados com manetes de freio Shimano ST-EF60.
imagem:soulcycles.com.br


O sistema de roda livre (catracas) é do tipo cassete CS HG-30, com relação de 8V 11-32 (11-13-15-18-21-24-28-32), muito adequada para XC. A relação das coroas é de 42-32-22, o que deixará um pouco a desejar nas velocidades mais altas (a relação 11-42, a 50 km/h já dá a sensação de “pedal sobrando”, quando você pedala mas o giro não faz mais nenhum efeito), mas permitirá subidas e travessias de areiões tranquilas com a relação 32-22.


Câmbio traseiro e roda livre tipo cassete 11-32.
imagem:soulcycles.com.br


 Os freios a disco mecânicos Shimano M375 dão um belo visual à bike, cumprindo muito bem seu papel num XC leve a moderado.


Freio a disco de acionamento mecânico Shimano M375
imagem:soulcycles.com.br


Voltando ao início do post, é inevitável a comparação com a Supra. Primeiro, do site da Soul não há o que reclamar: detalhado, de fácil navegação, nele você encontra tudo facilmente. A suspensão, sistema de roda livre tipo cassete 11-32 (e as 24 marchas) e  os câmbios traseiro Altus e dianteiro M310 tornam a SL100 um conjunto infinitamente superior, valendo tranquilamente os R$ 300,00 a mais. A superioridade, no entanto, não acaba aí: a disponibilidade de quatro tamanhos de quadros (15-17-19-21″) tornam essa bike adaptável a grande número de biotipos, um grande diferencial para quem quer se iniciar seriamente no MTB.


Posts relacionados:

Caloi Supra 2012

Freios a disco e Vbrakes

Sobre bikes nacionais básicas

Que upgrade devo fazer

Comprar uma bicicleta montada ou em componentes separados

Quer bike devo comprar

Bizarro

Anúncios

Publicado em 01/05/2012, em Reviews e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 58 Comentários.

  1. Júlio César

    E é por isso que já reservei este quadro (soul sl 100) desde o mês passado. Irei montar um grupo alívio de 8v em cima dele com uma suspensão Suntour XCM de 100mm somados com o grupo Truvativ Stylo. É uma bike que atenderá bem o que quero, um pedal com trilhas leves. Parabéns pela análise.

    • Bom, Julio, com esse setup que você descreveu já dá para ir além das “trilhas leves”. Embora esse seja um julgamento muito subjetivo, avalio que com a bike que você pretende montar dá para encarar um XC bem moderado. Bons pedais, quando a bike estiver pronta e fizer alguma trilha mande um relato com fotos para publicarmos! Grande abraço!

  2. Parabéns pelo blog! Acompanho desde o blogger e o blog evoluiu demais, posts mais informativos, e visual mais clean.
    Estou para comprar uma bike nova, mas estou com muitas dúvidas. É melhor pegar uma bicicleta toda Deore usada ou é melhor já pegar uma bicicleta nova inferior (grupo alívio)? Porquê as Elites não estão disponíveis nas lojas? Qual bicicleta de “entrada” aguenta uma trilha mais técnica?
    Abraços.

    • Oi, Álvaro! Obrigado pela força! Podemos ajudar você nas suas dúvidas, sim, será um prazer ajudar você a escolher a bike certa! Em relação à primeira dúvida, depende da procedência e tempo de uso da bike usada. O ideal é levar a bike com Deore (a usada) num mecânico de confiança, e pedir para ele dar uma checada geral. Esse serviço geralmente é pago para ser bem feito, pois envolve desmontar pelo menos o movimento central e a caixa de direção.
      Acho que se você puder pegar uma bike com um grupo melhor, mesmo usada, desde que esteja com tudo em cima (acontece) é mais vantagem.
      Acho que a Elite 2.7 2012 está tendo grande procura, pelo seu custo x beneficio, e por isso está difícil de encontrar. Aqui em Natal ainda se encontra para vender.
      A última pergunta é meio difícil de responder, pois não há uma linha divisória a partir de qual ponto uma bike passa a ser de entrada. Acredito que a Caloi Elite 2.4, KHS Alite 300, Soul SL 100, Merida Matts 20MD, GT Agressor 1.0, Trek 3700 Disc e Specialized Hardrock Disc são bikes nessa linha, em que pode-se fazer um mountain bike mais sério, sem excessos. Bikes para quem está se iniciando e não quer ter maiores preocupações na trilha.
      Observe que esses são apenas alguns modelos citados – há outros – e, também que as marcas mais famosas tendem a ter um setup de componentes mais pobres (isso mesmo que você leu). Assim, às vezes vale mais a pena comprar uma bike com menos nome, mas com componentes melhores.
      Em linhas gerais, devemos observar pelo menos 24 marchas, quais os componentes da transmissão (câmbios, trocadores, cassete) e qual a suspensão. Considero freios a disco (nessa faixa de preço, mecânicos) importantes.
      Grande abraço, e qualquer coisa, pode continuar a perguntar. Se quiser, use nosso email: dalamaaocaos2010@gmail.com.

  3. Joaquim Neto

    A minha é uma SL 100 vermelha, preta e branca. Ela está com câmbio traseiro Alivio, que permite colocar 27V, porém está com um assete de 24V Mega Range e câmbio dianteiro Altus. Estou com essa bike só há 3 dias e estou achando boa, apesar de dar uns probleminhas de regulagem no primeiro dia e de um link da corrente que estava duro fazendo a corrente “embolar“, mas fora isso estou adorando a bike!

    • Bom depoimento, Joaquim.
      É comum as marchas desregularem nos primeiros dias, porque o cabo dilata e se acomoda um pouco; depois deve ficar tudo bem.
      Você falou em 27V: se for fazer o up, não esqueça – tem que mudar os trocadores, corrente e pedivela, além do cassete.

  4. Boa tarde, estou iniciando nas pedaladas, ainda não conheço muito de peças, ando somente na cidade em torno de 20, 25 km, mas pretendo fazer trilhas leves também. Estou numa dúvida entre duas bikes de entrada, a Soul SL100 e Caloi Elite 2.4, aqui na minha cidade as duas estão com o mesmo preço, pesquisando em duas bicicletarias. Gostaria de uma ajuda de vocês que já tem mais conhecimento.

  5. Estava vendo em outro post sobre supensão, um comparativo entre o RST Gila x XCM V3, que o peso da pessoa influencia muito, eu tenho somente 52kg, a Soul SL100 vem com suspensão XCT V3, da diferença da XCM V3? A Caloi Elite 2.4 já vem com o Gila, que no caso seria muito duro pro meu peso, certo? Porem a Caloi vem com freio hidráulico e alavanca de câmbio Acera, que seria superior ao Altus. Enfim, minha dúvida é cruel, rsrs!

    • Os garfos são equivalentes. Algumas Suntour hidráulicas são mais macias que as RST, mas não é o caso da XCT. No fim, a 2.4 é melhor. Você pode pensar em um up de garfo, no futuro.

      • Muito obrigado pelas informações, vou dar uma olhada certinho no endereço que me passou sobre MTB. O Blog esta muito legal e organizado, parabéns!

  6. Amigo , seu blog é excelente!
    Quero voltar a pedalar, faz mais de 10 anos q minha antiga bike foi roubada. Agora estou com mais tempo e quero voltar,então ,tenho lido seu blog e pesquisando nos fóruns uma bike pra iniciar na faixa dos 1600-1.800 reais. Quero andar na estrada( asfalto e chão ).Tenho 1,68m e procuro quadro 17.
    Cheguei em 2 bikes : Soul Sl 100 e KHS Alite 150, ambas 2012.
    Como vou fazer trajetos com asfalto pensei que a relação das coroas da KHS (48/38/28) pode me dar mais velocidade, contra (42-32-22) da Sl 100 com o mesmo mesmo cassete 11-32 nas duas bikes.
    Mas as soul estão muito bem faladas e na foto a SL 100 parece mais bonita que a KHS 150.
    O que você acha?
    Obrigado!

    • Oi Mário! As Bikes realmente são equivalentes, com uma pequena vantagem para a SL 100.
      Em relação ao quadro 17, não sei se ficaria grande. Eu tenho 1,78, pernas e braços longos e flexibilidade media; uso um quadro 17,5, de geometria longa. Dê uma lida aqui https://dalamaaocaosbike.wordpress.com/2010/09/21/conhecendo-sua-bike-que-tamanho-deve-ter-minha-bike-atualizado/
      Grande abraço!

      • Amigo, encontrei aqui na minha cidade outras bikes . A dúvida agora é KHS ALITE 350(2012) por 2.185,00 contra SPECIALIZED HARDROCK DISC 2013 por 2430,00.
        Entre essas duas,qual?

        • Oi Marcio. São duas bikes muito básicas. Deixam a desejar na transmissão, garfo (Spinner 300 na KHS, Suntour M+E na SPZ), freios (discos mecânicos) e, principalmente (pelo menos para nós) no preço. Bem caras para o que oferecem.
          Não há como sugerir nenhuma das duas, quando temos opções bem superiores, que já citamos no blog.
          Porém, se você quer saber ENTRE AS DUAS, a KHS nos parece bem melhor (e, além disso, mais barata).

  7. Bom dia,

    Muito bom o blog, achei por acaso procurando reviews sobre a Soul e no final acabei lendo quase todo os posts do DLAC.

    Andei um bom tempo de MTB, com uma Cannondale F7, mas por motivos financeiros tive que me desfazer dela, Agora quero voltar a pedalar e fazer algumas trilhas mais leves. Estava fazendo pesquisas sobre bikes e como aumentou bastante o valor delas!

    Gostaria de saber sobre a Soul SL 70, Se ela é boa, se o quadro é o mesmo das linhas SL. Como a grana está bem curta atualmente, estava pensando em adquirir uma e com o tempo ir fazendo os upgrades de relação e freios. Será que vale o investimento?

    Um grande abraço!

    • Oi Diego
      O valor aumentou, entre outras coisas, pela alta do dólar. Acreditamos que a maior procura, motivada pela popularização do esporte, também colaborou.
      Pelo que pudemos constatar, os quadros da SL 70 e SL 100 são idênticos. A geometria é a mesma em todos os tamanhos e, segundo a Soul, ambos são em “alumínio tratado” o que leva a crer que a liga seja a mesma. Ambos tem suportes para freios a disco e a SL100, no modelo que vimos, tem também bosses para vbrake. Mas 100% de certeza, só a Soul pode dar.
      A SL 70 perde nos freios (vbrakes contra discos mecânicos da SL 100), na transmissão (câmbios mais fracos e relação de catracas – 14-28 contra 11-32 da SL 100 – bem mais inadequada ao mtb) e suspensão de apenas 80mm contra a Sountour XCT V3 100 mm da SL 100. Claro, sempre o cara pode upar depois, mas não achamos que seja bom negócio. Embora não tenhamos feito as contas, provavelmente vai sair mais caro.
      Na nossa opinião, para iniciar no mtb com um orçamento até 1800,00 a Soul e a GT Agressor 1.0 são os melhores C x B. Com um pouco mais o leque se abre. Tem a Caloi Elite 2.4 com freios hidráulicos por cerca de 2.100,00, e várias outras, mas aí o preço já sobe um bocado.
      Qualquer coisa, pergunta aí de novo.
      Curta a nossa FanPage e fique ligado nas novidades, ok? http://www.facebook.com/pages/Da-Lama-ao-Caos/333903203299235. Abraços!

      • Obrigado, É, realmente analisando relação custo benefício para um futuro Upgrade, a Soul SL 100 seria a melhor opção. Fui em uma bicicletaria neste final de semana e o cubo de 7v da Soul, pelo que o vendedor disse é de catraca o que impossibilitaria um upgrade sem trocar o cubo.
        Irei optar pela SL 100 e com o tempo irei fazendo o upgrade nela.

        Abraços.

  8. Estou com essa pretinha há 4 meses com 900 Km rodados e bem satisfeito! Ainda não “upei” nada nos componentes. Quem sabe mais pra frente! Pros subidões não passo sufoco mas nas altas velocidades realmente falta pedal. Meu maior interesse é mudar pra uma suspa com trava e pra um cambio que não falte velocidade.

  9. Gostaria de saber qual a LIGA do aluminio do soul SL 100? tou muito interessado nesse quadro!!! obrigado desde ja!!

    • A Soul não informa. É provável que seja aluminio 6061 ou 7005, ligas comuns nos quadros de bike. Eu chutaria 6061. Ambos são utilizados na industria aeronautica (atualmente se usa mais a 7005).
      O aluminio 6061 (também chamado de T6) é uma liga da familia 6xxx. Sua composição é 1,0% de Mg;0,6% de Si; 0,2% de Cu; 0,28% de Mn e 0,2% de Cr.
      Continuando, o aluminio 7005 (também chamado T5), é uma liga da familia 7xxx. Sua composição quimica é 4,5% de Zn; 1,4% de Mg; 0,45% de Mn; O,13% de Cr;0,14% de Zr e 0,03% de Ti.
      O que muda são as propriedades mecânicas de cada liga; não há como dizer qual o melhor, mas na minha ignorância metálica eu pendo para o lado do 7005.
      De qualquer forma, uma coisa é certa: o quadro Soul não é dos mais leves. Isso pode fazer dele um quadro mais robusto, já que não temos relatos freqüentes de quebra.
      Vamos fazer uma consulta à Soul e ver se eles respondem.
      Curta a nossa FanPage e fique ligado nas novidades, ok? http://www.facebook.com/pages/Da-Lama-ao-Caos/333903203299235. Abraços!

    • A SoulCycles informa que a liga do alumínio do quadro da SL 200 é a 6061 T6.

  10. edson farias

    Olá! Estou muito a fim de comprar essa bike: a Soul SL100. Mas estou com dúvidas sobre ela, e caso compre faria as seguintes mudanças: trocaria o cambio traseiro por um alivio, trocaria o k7 por um MegaRange, o câmbio dianteiro por um Altus mesmo.
    O uso que darei a ela é andar de noite uns 20 30 km e pegar umas trilhas leves no final de semana. Qual dicas você daria sobre o assunto?

    • Bom dia, Edson!
      Olhe, em primeiro lugar, achamos que, para o que você quer fazer (andar de noite uns 20 30 km e pegar umas trilhas leves no final de semana), você não precisa trocar nada na SL100. Ela é bem adequada para isso.
      Mas, se você quiser fazer alguns ups, na nossa opinião, o que você pretende não vai melhorar em nada a bike – é só gasto de dinheiro. O câmbio traseiro Alivio sozinho, no meio de uma relação Altus, não vai trazer nenhuma melhoria. O cassete MegaRange, em especial, detestamos. Ele tem um salto de uma catraca de 26 dentes para uma de 34. Isso torna a mudança desconfortável numa situação crítica de subida ou areia fofa, onde provavelmente vai ser necessária a troca de coroa em algumas ocasiões, o que exige técnica para a bike não parar. Além do que, não é um produto com mais qualidade que o HG30 11-32 que vem na bike (este, na nossa opinião, com uma relação entre as catracas bem mais suave). Além disso, mudar um cassete novo para ganhar só dois dentes não vale a pena.
      Mesma coisa sobre a troca do câmbio dianteiro para um Altus: você não notará qualquer diferença. É seis por meia dúzia.
      Nossa sugestão: Fique com a bike assim mesmo, rode bastante e quando for mexer faça logo um up de grupo completo para Alivio 27V com freios hidráulicos por R$ 890,00. Aí, sim, você notará a diferença.
      Curta a nossa FanPage e fique ligado nas novidades, ok? http://www.facebook.com/pages/Da-Lama-ao-Caos/333903203299235. Abraços!

  11. edson farias

    Obrigado. Mas agora que você tirou minhas dúvidas, penso em botar um freio hidráulico. Qual seria o ideal e como faria pra botar, se precisaria trocar mais alguma coisa?
    Abraços!!

    • Como os cubos da SL100 já são para discos (mecânicos), basta trocar os freios e manetes. O problema é que, como os manetes de freios são integrados com os trocadores de marcha, você terá que comprar os trocadores, também, para 8V. Você deve encontrar da linha Acera (8V). Como os freios são Shimano M375, padrão 6 furos, se você quiser trocar os rotores compre um que use esse padrão (alguns Shimano usamo o padrão CenterLock, então, se for comprar rotores com esse padrão você terá que trocar os cubos ou usar um adaptador). Por outro lado, você pode manter os rotores, trocando só os calipers (pinças), mangueiras, manetes de freio e trocadores de marcha. Veja quanto custa a brincadeira e se vale a pena. Na nossa opinião, é uma troca supérflua.
      Abração!

  12. Seu blog é muito bom, estava lendo e achei bem interessante!
    Eu tenho uma duvida em relação ao tamanho de quadro, tenho 1,83 de altura e de cavalo tenho 83cm… meu quadro ideal em teoria é 18,3… eu atualmente uso uma sl 100 com quadro 17… voce acha que compensasria no meu caso trocar por um quadro 19 ???
    Voce acha que eu poderia ganhar mais em conforto ?
    desde ja muito obrigado!

  13. Então, eu cheguei a fazer o bike fit virtual… e confirmou os 18,3 de quadro, as vezes sinto um pouco de dor na lombar nas subidas, mas acho que seja uma questão de costume e mais treinamento, sou meio iniciante ainda tenho apenas 10 trilhas feitas, mas tirando isso eu to super satisfeito com o quadro de 17″ e com a bike em si tambem mesmo sendo de entrada, mas se eu for um upgrade legal nela o que vc me recomendaria? kit alivio?. Qualquer coisa farei o bike fit sim com o profissional e ja curti a fanpage do face!
    obrigado mesmo!
    abraços!

    • Ah, então pode ser alguma musculatura especifica que esteja sendo exigida no novo esporte. Espere um tempo, se não melhorar aí você toma as providencias.
      O grupo Alivio 27 com discos hidráulicos (os freios a disco podem ser um segundo up) é sim uma melhoria significativa.
      Outro up importante para quem quer pedalar serio é um bom garfo pneumático, como a RST First ou a Manitou R7 (as mais em conta), mas é realmente um investimento maior.
      Curta a nossa FanPage e fique ligado nas novidades, ok? http://www.facebook.com/pages/Da-Lama-ao-Caos/333903203299235. Abraços!
      Ps: a mensagem de curtir a fanpage é automática! Hehehe!

  14. Valeu mesmo, vou anotar tudo que você me disse hehehehe. Uma última coisa: o dono da loja me mostrou um quadro Soul SL900 e era 18″ … você acha que rola de fazer negócio? Eu tô muito na dúvida mesmo, eu sinto uma estabilidade até boa com a 17″, embora não seja o meu tamanho ideal dado pelo bike fit… tenho receio de adquirir o 18″ que ele mostrou e não gostar, mas de repente é bobeira minha.
    o meu quadro é o SL 100… eu achei muito bonito também esse SL 900 vermelho com branco, fiquei na dúvida! Em tese 18″ é o ideal né? Tô pensando nessa proposta dele, ele só me mostrou o quadro, ainda não falamos de valores nem nada, o meu tá praticamente novo, comprei em dezembro.

    [link editado]

    • Alan, segundo o site da Soul, o quadro SL900 vem nos tamanhos 17, 19 e 21 (http://soulcycles.com.br/site/2010/quadro_sl900_26.html#linha). A Soul trabalha com tamanhos ímpares, então acho que o 18″ não existe, mas… não tenho certeza se essa informação é absolutamente correta, convém checar.
      O SL 900 deve ser cerca de 400g mais leve que o SL 100 (é uma estimativa, só). A liga do alumínio dele (X9 contra T6 do SL 100) deve ser melhor, também.
      Por outro lado, estética é coisa importante no ciclismo. Se lhe agrada os olhos, não está em preço proibitivo, a geometria é correta, não há porquê não comprar. Sem dúvida, um up. Mas, dependendo do valor que você tiver que investir, vale mais a pena um up de suspensão para uma pneumática, primeiro. Na verdade, acho que o up de quadro deveria ser o último a fazer. Primeiro transmissão, depois garfo, por último, quadro.
      Abraços!

  15. Marcel Zanata

    Caro Amigo, sou colega de trilha do Alan Gomes e tenho algumas dúvidas com relação a minha bike. Montei uma Heiland 22″ aro 26 com suspa Heiland 120 mm e a impressão que tenho é de que vou cair na roda dianteira toda hora, na última trilha fiquei com muita dor no pescoço inclusive. Após ter um bike fit virtual (V8) eu adequei as medidas da bike a ele e mesmo assim sofri demais….se você puder veja as fotos da minha bike no fb “Marcel Zanata”. Honestamente depois de ter feito essa bike estou sem um norte a seguir. Conto com sua ajuda.

    • Marcel, se eu entendi o problema, o top tube da bike é muito grande (o que é de esperar num quadro 22″). Mesmo assim, um TT menor pode ajudar – lhe deixaria com uma postura mais ereta, principalmente se combinado com uma mesa menor, de 90 ou 80mm, talvez. Isso exigiria um outro quadro, de geometria diferente. Mesmo que um 22″ seja indicado para você, é possível usar um 20″, que tem o TT menor, e usar um canote maior, por causa do tamanho das pernas.
      Talvez o Bike Fit virtual não tenha sido bem feito… Refaça as medidas com calma (3x, com 2 minutos entre cada medida, e faça a media).
      No fim, talvez a melhor solução seja um bike Fit presencial mesmo.
      Curta a nossa FanPage e fique ligado nas novidades, ok? http://www.facebook.com/pages/Da-Lama-ao-Caos/333903203299235. Abraços!

  16. Olá, gostaria de saber se a ALITE 100 khs 2013 é boa??

    • Oi Elisangela. A KHS é uma boa marca, considerada intermediária. O modelo a que você se refere, porém, é muito básico, então, respondendo à sua pergunta, ela é boa para passeios no parque e deslocamentos urbanos sem compromisso. Para Mountain Biking, mesmo para trilhas leves, ela deixa a desejar.
      Se essa for sua intenção, procure por uma bike com pelo menos 24V, câmbios Acera e uma suspensão com 100mm de curso.
      Se tiver mais alguma duvida é só escrever.
      E curta a nossa FanPage e fique ligada nas novidades, ok? http://www.facebook.com/pages/Da-Lama-ao-Caos/333903203299235. Abraços!

  17. Paulo Eduardo

    Primeiro quero parabenizar pelo trabalho exporto aqui. Gostaria de ver por aqui uma análise da Soul sl 200 2013 com aros 29.

  18. Primeiramente parabéns pelo blog. Vi que a comparação que fez foi com a supra 2012. Estou entre dois modelos praticamente equivalentes. A Caloi Supra 20 (um pouco diferente da analisada) e a Soul SL 100.
    A supra com um preço um pouco menor… uns 200,00 de economia. E ai? Qual vc recomenda?

    • Fala Alan!
      A Soul SL100 2013 e a Caloi Supra 20 são absolutamente equivalentes em equipamentos.
      Uma curiosidade é que, enquanto a Caloi tem os tamanhos 16″, 18″ e 20″ a Soul oferece as bikes nos tamanhos 15″, 17″, 19″ e 21″. A escolha, então, será determinada pelo Bike Fit (Veja aqui). Os top tubes da Soul, mesmo em tamanhos nominais de quadros maiores, são menores (ex: TT Caloi Supra 20 18″= 586mm / TT Soul SL 100 19″= 575,34mm), o que leva a crer que o design das Soul visem o conforto em detrimento à performance (que parece ter sido privilegiado nas Caloi) e vice-versa. Seguindo o mesmo raciocínio, pessoas com troncos maiores se beneficiarão, em princípio, com a geometria das Caloi.

      Se você gostou desta resposta, faça uma doação ao Da Lama ao Caos – Doe 5,00 ao DLAC Não há nenhuma obrigação, é claro; é um ato de reconhecimento voluntário pelo trabalho do blog – E curta a nossa FanPage ficando sempre em dia com as novidades, ok? Abraços!

  19. Ops… Valeu….
    O meu Fit ficou em 19,6… então acho que a melhor opção é o tamanho 20.
    Encontrei a supra 20 a 1320,00 e supra 30 a 1540,00 vou ficar com a supra por conta do preço. A SL 100 o menor preço que encontrei foi 1650,00. Agora uma segunda pergunta: Pela diferença de preço entre a Supra 20 e Supra 30… compensa ficar com a 30?

    • Não se guie pelo tamanho do quadro (18, 19, 20, etc). Como explicado no post, o tamanho do Top Tube é quem indica, em princípio, que bike você deverá comprar.
      Mesmo assim, parece que você fez um arredondamento simples: 19,6 = 20. Isso funciona em matemática, não em bike fit. Às vezes (mas nem sempre) o tamanho menor é bem melhor.
      Em relação à Supra 20 x Supra 30, vale aquele velho ditado: você leva o que está pagando. Assim, em geral, o mais caro é melhor. Na nossa opinião, vale a pena sim, tanto por seu um grupo melhor (Acera x Altus) como pelas 27V contra 24 na Supra 20.
      Grande abraço!

  20. Preciso de uma ajuda para comprar uma bicicleta fiquei na duvida entre a Caloi Supra 10 ou a Soul Sl 70.. Caso ache fraca essas opções pode me indicar alguma acima dessas que nao ultrapasse 1.700 reais. Vi a Caloi Supra 30 na loja e achei ela muito bonita, me ajude please!

    • Oziel,
      Você não disse o tipo de pedal que faz. Entre a SL 70 e a Supra 10, prefiro a última. Mas são bikes bem básicas – pense nelas para passeios urbanos e trilhas curtas e muito leves.
      A Supra 30 já é uma escolha muito melhor, apesar que passa um pouco do seu orçamento. A Soul SL 100, apesar de só ter 24V (ao invés das 27 da Supra 30) está mais próxima do seu limite e é uma boa bike para começar no MTB.

      Se você gostou desta resposta, faça uma doação ao Da Lama ao Caos – Doe 5,00 ao DLAC Não há nenhuma obrigação, é claro; é um ato de reconhecimento voluntário pelo trabalho do blog – E curta a nossa FanPage ficando sempre em dia com as novidades, ok? Abraços!

  21. Agradeço sua atenção e prontidão em responder. A Supra 10, tá com preço atraente, R$ 959,00. Inicialmente pretendo queimar umas calorias andando no asfalto… Mas é ruim você ficar limitado, vi a Caloi Elite 2.4 por R$ 1.699,00 e fiquei balançado… Quando entrei no site já tinha acabado… Se puder dar dicas de sites com preço bom… Valeu e até!

    • Oi Oziel
      Infelizmente não damos dicas de sites aqui. É uma política do blog, e a razão disso é não fazermos propaganda gratuita, em respeito aos nossos eventuais anunciantes (hum, e a nós mesmos e ao nosso trabalho, né?).
      Por outro lado, consideramos, para quem não tem uma séria limitação de orçamento, a Soul SL100 ou a Supra 20 2013 boas opções para quem quer se iniciar no ciclismo (mesmo urbano), e que pensam em, num futuro próximo, se aventurar em trilhas leves. A boa notícia é que elas são facílimas de achar com uma simples procura no Google ;-).
      Embora a Supra 10 2013 e a Soul Black Rain sejam legais, achamos elas muuuuito básicas, e só indicamos para quem não tem nenhuma condição de comprar uma melhorzinha, mesmo. Quem puder fazer algum esforço se beneficiará muito mais adquirindo a Supra 20 ou A SL100.
      Grande abraço e boa compra.

      Se você gostou desta resposta, faça uma doação ao Da Lama ao Caos – Doe 5,00 ao DLAC Não há nenhuma obrigação, é claro; é um ato de reconhecimento voluntário pelo trabalho do blog – E curta a nossa FanPage ficando sempre em dia com as novidades, ok? Abraços!

  22. Felipe Mattos

    Boa noite amigo, quero saber: qual bike é indicada para iniciantes em mtb?
    Dei uma olhada em algumas… Canadian, Gallo, Mazza, GTS, Caloi (especialmente a Elite 2.4)… o que você acha dessas marcas, e se algum
    modelo serve para mtb? E Qual você me indicaria? Obrigado.

  23. Felipe Mattos

    Bom dia, irei andar em 20% asfalto e 80% estrada de chao (nao e basicamente trilha), ate 2.500 a 3.000 ta dentro do meu orçamento. Fiquei de olho na canadian ou caloi mesmo, mas vou dar uma olhada na soul e na gt.
    Obrigado e admirado pela rapida e clara resposta.

  24. Opa, to voltando aqui acho que para eu decidir, bom estou na dúvida entre Caloi Elite 2.4 e a Caloi Supra 20, também gosto da Soul SL 100, so q está 100 reais mais cara, quanto a Elite 2.4 achei pelo mesmo preço e configuração semelhante a Supra 20 incluindo freio hidráulico etc..e estão pelo mesmo preço, 1.699 reais, só que segundo li a Elite 2.4 estaria saindo de linha e aí, qual bicicleta comprar, help me please… Abraço…

  25. Kkkk.. “Sem nenhuma dúvida no universo” foi boa, gostei.. Tenho, 1.78m – 62 de braço, 1.47Esterno. Deu quadro 17 e pouco. Portanto devo comprar quadro 18, não é isso… Abraço e valeu mesmo…

  26. E aí meu Brother blz… Graças a sua ajuda/orientações confirmei a compra da Elite 2.4 ontem e to muito feliz e ansioso em sair pedalando ainda to meio perdido no que comprar pra incrementar a pedalada, acessórios e itens de segurança… Quais marcas que valem a pena e outros detalhes.. Se existe alguma coisa q ajude p evitar furto.. Abraço e valeuu meu irmão..

  27. Tinha que vir aqui e deixar um comentário neste excelente blog. A alguns dias estava em dúvida em que bike comprar, pois tinha uma Caloi T-Type e queria uma bike que fosse mais viável a passeios mais longos (coisa de 20km). Ai descobri as Souls e com meu orçamento fiquei pensando na Sl100. Pois bem, só decidi realmente comprar a Sl100 depois de ter lido esta postagem e os comentários posteriores.
    Realmente a bike é muito boa (se não excelente) para quem quer usar para passeios longos e trilhas leves (ótima relação Custo/Beneficio). Leve, confortável e de fácil manuseio. E mesmo tendo 1,75m comprei uma tamanho 19, até fiquei com medo de ficar grande e tal mas ficou na medida, acho que o tamanho 17 ficaria desconfortável.
    Claro que existem bikes melhores, mas para quem estiver na duvida não vai se arrepender de levar uma Sl100. Daqui a um ano com certeza vou dar um upgrade nela e ver que bicho vai dar.
    Abç.

%d blogueiros gostam disto: