Considerações sobre os lubrificantes Finish Line

Para quem não sabe, a linha de lubrificantes Finish Line oferece quatro tipos de lubrificantes, para diversas situações: O vermelho (Dry), à base de Teflon e para condições secas, o Verde (Wet), para terrenos úmidos, o de cera (Wax) e o de cerâmica (Ceramic Wet ou Ceramic Wax).

Todos lubrificam muito bem, e uma correta lubrificação da corrente é essencial para que a sua durabilidade seja razoável. Como um parêntese no post, JAMAIS se deve chegar de um pedal e passar, digamos, uma semana para limpar a corrente, coroas e pinhões (catracas/cassete), incluídas aí as roldanas do câmbio. É recomendável, dependendo do estado, a retirada da corrente e limpeza com desengraxantes específicos e posterior lubrificação.

Aqui faço uma consideração sobre os usos indicados dos lubrificantes Finish Line, adaptado de uma resposta que postei no Pedal.com.br.

Sempre usei o vermelho. Natal é bem seco, mas na última prova que corri, o terreno estava meio molhado, e não tinha o vermelho aqui para vender, então usei o verde.

Lubrificantes Finish Line

Por outro lado, o Finish Line Dry é excelente. Como dura menos na corrente, a dica (da própria FL) é lubrificar a corrente na véspera da trilha, e se for o caso levar o frasco para lubrificar no meio do passeio.Rapaz, grudou TANTA areia e lama na corrente que simplesmente ficou dando chainsuck cada vez que eu baixava para a coroa do meio. Como resultado, corri toda a prova usando a coroa maior – era um enduro, e o terreno era a maior parte quase plano, sem muita areia solta, graças a Deus, porque eu NÃO tenho essas pernas todas. Mas aposentei definitivamente o Finish Line Verde – pode dar muito certo para asfalto molhado, mas para Mountain Bike na lama não funcionou muito bem.

Anúncios

Publicado em 04/07/2011, em O que eu acho. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Paulinho estou com uma dúvida… é saudável (para a corrente) desmontá-la frequentemente? Eu fazia, na minha bike antiga, revisão semestral, pois só andava basicamente na cidade, raramente fazia uma trilha. Mas agora aprendi a desmontar (a corrente) e fazer uma lubrificação superficial nos pinhões e pedivela… [Comentário transferido do Blogspot – Postado em 06/07/2011]

  2. Da Lama ao Caos

    ão, Marcão, em princípio não é saudável para a corrente. Se for uma corrente Shimano, após abrir você deve fechar com um pino específico (https://dalamaaocaosbike.wordpress.com/2010/11/20/conhecendo-sua-bike-quando-quebra-a-corrente/). Isso pode inclusive ser a causa do chainsuck – se você apertar demais o elo ao fechar ele pode enganchar na coroa (o elo fica se movimentando com dificuldade). Por outro lado, se você instalar um Powerlink (veja na postagem que coloquei o link aí em cima) pode abrir e fechar quantas vezes quiser, para retirar a corrente para limpeza e lubrificação. Aí é ótimo para a corrente, e não vai dar trabalho de tirar e colocar. [Comentário transferido do Blogspot – Postado em 06/07/2011]

%d blogueiros gostam disto: